Imóvel limpo e pronto para ser ocupado

Por Construlino - 24 de junho de 2016

Limpeza, pós-obra

A limpeza é a parte fundamental para finalizar a obra.

Engana-se quem pensa que o trabalho na construção está finalizado depois que a última lâmpada foi colocada e o último armário instalado.

Ao final de tudo isso ainda é preciso deixar o ambiente limpo após a obra.

 

Hoje, existem empresas e máquinas especializadas neste tipo de trabalho.

“O dono do imóvel, independente se ele é residência ou comercial, quer recebê-lo pronto e limpo. Entrar em uma casa ou um apartamento nessas condições ajuda, inclusive, na venda”, diz o gerente nacional de vendas da Karcher, Mauro Couto.

 

Água, sabão e rodo não bastam.

Normalmente, na limpeza pós-obra é feito o seguinte:

  • aspiração e limpeza de todos os cômodos,
  • limpeza e higienização de banheiros e cozinha,
  • limpeza de vidros (faces interna e externa);
  • limpeza e aspiração de caixilhos,
  • limpeza interna e externa de armários e remoção de excesso de massa,
  • tinta e cimento das superfícies.

É necessário:

Usar o equipamento e o produto certos para cada tipo de ambiente e material.

Há produtos específicos, por exemplo, para pisos cerâmicos, pedras e carpetes.

 

É recomendável seguir corretamente as instruções tanto dos fabricantes das máquinas quanto dos produtos.

O serviço requer técnicas especiais para limpar sujeira, poeira, detritos, respingos de tinta, cimento e resíduos de rejunte e outras massas que acabam ficando nas paredes, no teto e no chão.

Um trabalho malfeito pode danificar revestimento, manchar paredes e retirar rejuntes, entre outros.

 

O desperdício de produtos também ocorre com frequência quando a limpeza é feita por pessoas sem preparo para o serviço.

Nas salas e nos quartos, por exemplo, não é recomendado o uso de lavadora de alta pressão, pois ela pode danificar a pintura e o revestimento.

O ideal, nesses ambientes, é fazer o trabalho de forma manual ou com enceradeira (lavadora a seco).

 

Locais que têm carpete precisam de aspiração antes de começar a limpar.

Nas áreas molhadas (banheiro, cozinha e lavanderia) pode-se usar limpadores a vapor.

Se o imóvel possui jardim, durante a limpeza é preciso ter cuidado para não danificar as plantas e também para não molhar a terra em excesso.

Isso pode provocar doenças e favorecer o surgimento posterior de pragas, bem como matar algumas espécies.

 

Além dos equipamentos já citados (lavadora de alta pressão, enceradeiras/lavadora a seco e limpador a vapor).

Outros equipamentos

Outras máquinas podem ser usadas na organização pós-obra, como aspirador, secadora de piso, limpadora de carpete, limpadora a extração e vapor e varredeiras.

Você também pode gostar

Recomendados para você

_Reforma Como assentar piso de forma correta

Pode até parecer um serviço simples, mas o assentar piso requer muitos cuidados. Aqui listamos os principais itens que você precisa saber para assentar piso: Em primeiro lugar, deve-se conhecer exatamente qual o tamanho e o tipo de cerâmica (porcelanato, comum ou monoporosa) que será usada no ambiente. Quanto menos poroso, menos água o piso irá absorver. Aspecto […]

Construlino

_Reforma Infiltração em parede – Vejas os cuidados e dicas

Na hora de reformar ou construir é mais do que necessário ficar atento com infiltração em parede. Principalmente as de locais úmidos. Como banheiros e cozinhas, e externas, pois as chuvas podem danificá-las causando infiltração em parede.   A infiltração em parede é um problema recorrente e que contribui também para a desvalorização do imóvel. Devido à deterioração […]

Construlino

_Reforma Planta baixa – Um bom projeto ajuda no sucesso da obra

Planta baixa orienta os profissionais como executar a construção.  Para garantir o sucesso de uma construção, independente se ela é residencial ou comercial. Um bom projeto, planta baixa e planejamento são fundamentais.     Somente os profissionais das áreas de arquitetura e engenharia estão capacitados para desenhar planta baixa. E encontrar as melhores soluções em […]

Construlino