Conheça um pouco mais sobre a história das franquias

Por Construlino - 3 de maio de 2018

Espalhadas por todo lugar, as franquias são uma excelente opção para quem deseja abrir a sua própria empresa mas quer fazer um investimento mais seguro e com um prazo de retorno razoável.

história das franquias

Embora cada vez mais populares no mercado internacional e nacional, nem todo mundo conhece a história das franquias. Ao contrário do que muitos pensam, o sistema de franchising (como também é chamado esse modelo de negócio) não é recente, tendo origem na Idade Média.

Pretende se tornar um franqueado e quer saber mais sobre essa modalidade? Conheça abaixo como as franquias surgiram e se estabeleceram no mundo dos negócios!

História das franquias no mundo

O conceito de franquia é considerado antigo. Na Europa, em meados do século XII já existiam práticas comerciais semelhantes ao modelo de franchising atual. Na Idade Média, durante o sistema feudal, quando as terras eram divididas entre a Igreja e a nobreza, usava-se o termo ‘’franchising’’ para designar a transferência de um direito ou atribuição de privilégios.

Naquela época, os nobres eram autorizados pela Igreja a cobrar impostos dos camponeses. A arrecadação era repassada ao clero, mas os senhores ricos podiam ficar com um percentual do valor recolhido. Esse processo deu origem ao uso da palavra franchising.

No formato como conhecemos atualmente, as franquias surgiram a partir da necessidade de fazer uma empresa crescer, mas sem utilizar recursos públicos. Dessa forma, as empresas de fabricação começaram a ceder a sua marca para que outros empresários vendessem os seus produtos em regiões em que elas não podiam chegar por investimentos próprios.

Oficialmente, o primeiro contrato assinado no modelo de franquia foi em 1850, nos Estados Unidos, por meio da fabricante de máquinas de costura Singer, que estendeu a venda dos seus produtos por toda a nação, o que expandiu a sua marca com um investimento relativamente baixo. Logo em seguida, outras empresas passaram a adotar esse sistema, como Coca-Cola, McDonalds’s e General Motors.

Como as franquias chegaram ao Brasil

Após se solidificar nos EUA, o sistema de franquia ganhou o mundo, chegando ao Brasil em 1960, a partir das redes norte-americanas de ensino de idiomas CCAA e Yazigi, que rapidamente se espalharam pelo país.

Como elas se desenvolveram ao longo dos anos

Assim como acontece na maioria dos processos iniciais, o franchising não contava com definições claras e, muito menos, era tão bem estruturado como nos dias de hoje. Pode-se dizer que as primeiras franqueadoras que vinham para o Brasil aplicavam o know-how da marca utilizando uma espécie de material didático.

O crescimento das franquias no país começou nos anos 70, quando se tornaram mais organizadas e coesas. Nessa época, aderiram a essa modalidade de negócio marcas como O Boticário, Ellus e Água de Cheiro.

No entanto, o ‘’boom’’ mesmo das franquias aconteceria nos anos 80, quando o McDonald’s desembarcou por aqui, seguido de outras marcas internacionais que vieram estimuladas pela construção dos shoppings centers e pela expansão das lojas no interior do Brasil, fato que impactou o mercado na época.

Diante da solidificação das franquias, o governo brasileiro criou a Associação Brasileira de Franchising (ABF), órgão destinado a regular a atividade no país e que contribuiu positivamente para que o setor amadurecesse e atraísse novos investidores.

Um exemplo disso é a Casa do Construtor, franquia de lojas de aluguel de equipamentos para a construção civil. Mesmo tendo sido criada em 1993, num momento difícil da economia brasileira, a franqueadora segue progredindo e já tem 25 anos de sucesso.

Números atuais e perspectivas para o futuro

Segundo a ABF, o ramo de franquias cresceu 8% no ano de 2017 em comparação com o ano anterior, passando de um faturamento de R$ 151,2 bilhões para aproximadamente R$ 163 bilhões.

Estima-se  esse crescimento se deve à melhora da economia brasileira, o que proporciona o aumento da renda e, consequentemente, do consumo dos brasileiros. Espera-se que o setor continuará crescendo em 2018, elevando o seu faturamento de 9% a 10%.

Como você pôde conferir na história das franquias, esse modelo de negócio já está consolidado, sendo uma opção para quem deseja investir na sua própria empresa.

Quer abrir uma franquia? Baixe o nosso ebook sobre como escolher uma franquia de construção civil e saiba o que fazer!

Você também pode gostar

Recomendados para você

comitês temáticos em franquias
Franquia de Sucesso Comitês temáticas em franquias: entenda como funcionam

Uma das melhores formas de manter uma boa relação no franchising é por meio valorização dos franqueados, pois permite melhorar a comunicação dentro do sistema de franquias. Por isso, estruturas como os comitês temáticos conseguem fazer toda a diferença nesse aspecto. A esse respeito, vale ressaltar que em qualquer relação deve existir uma comunicação saudável […]

Construlino

franquias para investir no Brasil
Franquia de Sucesso Como escolher boas franquias para empreender? Entenda aqui

Muitos brasileiros têm visto o investimento em um negócio próprio como uma boa alternativa para obter estabilidade financeira e, ao mesmo tempo, garantir uma profissão com maior autonomia. Além do mais, ao seguir esse caminho é possível desenvolver serviços em uma área que tenha a ver com seu perfil e qualificação, o que é essencial […]

Construlino

franquia ou negócio próprio
Franquia de Sucesso Franquia ou Negócio Próprio: qual é a melhor opção para investir?

Administrar um empreendimento nunca foi uma tarefa fácil. Em virtude da busca por resultados positivos e a competitividade do mercado, é preciso tomar atitudes corretas e baseadas em informações concretas. Mas, no caminho rumo ao sucesso, muitas dúvidas podem surgir. Uma delas é: trabalhar com uma franquia ou negócio próprio? Em ambos os casos, existem […]

Construlino