Casa do Construtor Franquia: conheça seus 4 principais benefícios

Por Construlino - 5 de novembro de 2019

A Casa do Construtor é uma franquia de locação de equipamentos. Dentro do mercado de franquias, é uma das mais seguras para se abrir um negócio. Atualmente a marca conta com 276 lotes no Brasil e com cerca de 180 franqueados, sendo que boa parte deles tem mais de uma loja. Quanto ao investimento e relação de retorno, é uma das melhores opções que existem hoje no mercado.

Quando falamos de bons mercados de franquias, um dos primeiros negócios que vem à mente é o mercado de alimentação, que realmente oferece uma margem de lucro muito boa. No entanto, hoje, a Casa do Construtor consegue ser superior às franquias de alimentação, com uma margem em torno de 36% a 38%.

Neste post, apresentamos os quatro principais benefícios da Casa do Construtor Franquia, além de mostrarmos quais passos seguir para ser um franqueado. Continue a leitura e confira!

O que é necessário para se tornar um franqueado da Casa do Construtor?

Antes de mais nada, o investidor deve ter a intenção de realizar o trabalho com dedicação e realmente estar à frente do negócio. Isso porque a Casa do Construtor não busca apenas vender uma franquia, ela procura um parceiro de negócio por meio da franquia que oferece.

Para tanto, o interessado deve ter alguma capacidade de gestão e o capital para fazer o investimento, que hoje está em torno de R$ 650 a R$ 700 mil iniciais. Isso requer, sobretudo, investimento em equipamentos. Trata-se do principal produto da marca para lidar com a expectativa do cliente, que está locando o equipamento. Nesse sentido, é preciso tê-lo em mãos para oferecer a eles.

Por exemplo, a frustração de uma pessoa chegar na loja e não ter o equipamento é compreendida como algo maléfico ao negócio. Realmente ter o que o cliente precisa, na hora em que ele precisa, é um aspecto bastante importante. Por isso, é preciso investir muito na franquia.

Outro ponto é que, anteriormente, para ser um franqueado, havia a necessidade de ser engenheiro, construtor, locador ou ter alguma expertise na área de construção civil. Porém, ao longo do tempo, a procura por parte de muitas pessoas que vinham de outras áreas foi se intensificando.

Tanto que hoje há investidores da indústria de alimentos, psicólogos e médicos dentro da rede, que às vezes acabam querendo ter mais negócios ou fazer com que a franquia se torne a sua principal ocupação.

Como é o processo de capacitação dos franqueados?

A Casa do Construtor passa o know-how com os processos que devem ser cumpridos para que o negócio dê certo. Aliás, a ideia de abrir uma franquia é justamente essa: se você não tem toda a expertise, a franqueadora fornece um treinamento para fazer com que o empreendimento dê certo. Isso faz com que o número de franqueados de sucesso aumente.

Para se ter uma ideia, a Casa do Construtor chegou a tal ponto que muitos dos seus últimos franqueados não são pessoas da área de construção civil. Quando alguém se torna franqueado e assina o contrato, a marca tem uma universidade corporativa própria, em que tanto o franqueado quanto sua equipe fazem um processo de capacitação.

Assim, todos aprendem a atender as nuances necessárias para fazer a melhor versão da franquia. Nesse sentido, a universidade cria cursos específicos, por exemplo, com o pessoal de atendimento, com o mecânico e os motoristas que ocuparão a área de logística, para que a loja já inicie com os processos corretos.

Após a capacitação, implantação e abertura da loja, há o acompanhamento. Com isso, a Casa do Construtor, a todo momento, dá um ótimo suporte de acompanhamento para que o franqueado possa crescer e consiga corrigir a rota que leva o negócio a prosperar. Prova disso é que a Casa tem uma taxa de sucesso muito grande hoje no mercado.

Quais os benefícios de ser franqueado da Casa do Construtor?

Agora que você já sabe o que fazer para ter a sua Casa do Construtor Franquia, veja os quatro principais benefícios do negócio.

1. Estabilidade frente às oscilações de mercado

A Casa do Construtor é uma empresa que coleta informações e sabe como aproveitá-las em benefício da rede de uma forma geral. O uso dessas informações faz com que ela consiga, em épocas de crise, determinar qual a melhor estratégia para que toda a rede seja menos lesada.

Por exemplo, nos anos de 2016 e 2017, quando a construção civil sofreu uma queda muito grande no mercado, a Casa do Construtor ainda conseguiu se manter dentro da margem de lucro.

Hoje, trata-se de uma marca que sabe se proteger da oscilação do mercado. Isso garante uma vida mais longa ao franqueado vinculado à rede. Obviamente que isso não se trata de uma garantia, mas a chance de dar errado é mínima.

2. Suporte forte

Desde o momento da venda da franquia, já há um suporte de estudo da região para saber qual será o consumo de material de construção do ponto comercial onde o investidor abrirá a loja. É possível definir:

  • onde as pessoas se locomovem dentro do território;
  • onde está o crescimento da cidade;
  • a previsão de crescimento de construção desse território.

A Casa do Construtor usa uma série de dados e informações para que o franqueado processe o comportamento das pessoas e prospere. Além disso, há também um grande suporte da franqueadora ao franqueado. Trata-se de uma rede muito participativa, em que os franqueados colaboram entre si.

Se uma franqueada tem clientes que precisa atender e não tem o equipamento, por exemplo, outra franqueada do território vizinho pode ceder o seu equipamento por meio do contato das lojas e os lucros são divididos, desde que ambas as partes concordem com o processo. Assim, existe a colaboração entre os franqueados, que, inclusive, é estimulada pela franqueadora.

3. Margem acima da média de mercado

O mercado de construção civil cresceu pouco do ano de 2018 para cá, mas em 2019 a Casa do Construtor conseguiu aumentar o faturamento em torno de 25%. Poucos setores do mercado, no mesmo período, foram capazes de aumentar o faturamento como o sistema da marca.

4. Baixo risco

Trata-se de um tipo de negócio com baixo risco, que tem sido muito bem aceito em todas as regiões onde têm sido implantadas as lojas. Há uma preocupação muito grande por parte da marca com o momento em que a loja conseguirá pagar os custos. Isso gera um cálculo para basear a informação sobre o quanto de capital de giro será preciso para operar o negócio.

Quanto mais demora para pagar os custos, ou seja, para atingir o ponto de equilíbrio, mais capital de giro o franqueado precisa deixar reservado para pagar a operação. Hoje, há lojas que em poucos meses já atingem o ponto de equilíbrio. Isso significa que o negócio prospera, que é bem aceito e que todo o processo funciona muito bem.

Se você gostou das inúmeras vantagens de ter uma Casa do Construtor Franquia e quer saber um pouco mais sobre como investir, entre em contato conosco agora mesmo! Será um prazer poder ter a chance de formar uma parceria de sucesso com você!

Você também pode gostar

Recomendados para você

comitês temáticos em franquias
Franquia de Sucesso Comitês temáticas em franquias: entenda como funcionam

Uma das melhores formas de manter uma boa relação no franchising é por meio valorização dos franqueados, pois permite melhorar a comunicação dentro do sistema de franquias. Por isso, estruturas como os comitês temáticos conseguem fazer toda a diferença nesse aspecto. A esse respeito, vale ressaltar que em qualquer relação deve existir uma comunicação saudável […]

Construlino

franquias para investir no Brasil
Franquia de Sucesso Como escolher boas franquias para empreender? Entenda aqui

Muitos brasileiros têm visto o investimento em um negócio próprio como uma boa alternativa para obter estabilidade financeira e, ao mesmo tempo, garantir uma profissão com maior autonomia. Além do mais, ao seguir esse caminho é possível desenvolver serviços em uma área que tenha a ver com seu perfil e qualificação, o que é essencial […]

Construlino

franquia ou negócio próprio
Franquia de Sucesso Franquia ou Negócio Próprio: qual é a melhor opção para investir?

Administrar um empreendimento nunca foi uma tarefa fácil. Em virtude da busca por resultados positivos e a competitividade do mercado, é preciso tomar atitudes corretas e baseadas em informações concretas. Mas, no caminho rumo ao sucesso, muitas dúvidas podem surgir. Uma delas é: trabalhar com uma franquia ou negócio próprio? Em ambos os casos, existem […]

Construlino