• Máquina de solda 400 A

    Clique na imagem para ampliar - Imagens ilustrativas, podendo haver diferenças quanto a marca e formato do equipamento disponível.

  • Máquina de solda 400

    Máquinas de solda 400 são transformadores manuais para soldagem com eletrodo revestido. As máquinas de solda 400 normalmente são indicadas para pequenas serralherias e indústrias, oficinas, montagens, manutenção, etc. Ideais também, para soldas em diversos tipos de aço carbono.

    Dúvidas sobre como alugar?

    Leia o contrato de locação
  • Informe

    Quantidade

    Período

    Adicionar ao orçamento

Máquinas de solda 400, transformadores manuais para soldagem com eletrodo revestido. As máquinas de solda 400 são fontes de corrente alternada, versáteis e de fácil operação. Indicados para pequenas serralherias, oficinas, pequenas indústrias, montagens, manutenção, bricolagem, hobby, etc. Sistema de regulagem eletrônica ou núcleo móvel, que proporcionam ajuste fino adequado às necessidades do operador. Ideais para soldas em diversos tipos de aço carbono. Fácil abertura e manutenção do arco elétrico. Sistema de regulagem de corrente através de núcleo móvel. Sistema de refrigeração forçada através de ventilador para evitar aquecimento dos componentes.

Especificações técnicas

Tensão de circuito aberto (v):

Faixa de regulagem da corrente:

Corrente nominal [20% do fator de trabalho] (A):

Potência absorvida da rede [ciclo de trabalho a 100%] (KVA):

Potência absorvida da rede [ciclo de trabalho a 20%] (KVA):

Fator de potência (20%):

Tensão (v):

*As especificações técnicas de cada equipamento podem variar de acordo com os fabricantes. As imagens dos produtos/equipamentos são ilustrativas. Consulte uma loja CASA DO CONSTRUTOR em caso de dúvidas.

NO LOCAL DE TRABALHO:
Verifique se o equipamento não sofreu alguma avaria durante o transporte. Todo e qualquer problema, inclusive de funcionamento, deverá ser comunicado no ato à CASA DO CONSTRUTOR, que tomará as providências necessárias.
A instalação do equipamento à rede elétrica só pode ser feita por um eletricista e com a supervisão e orientação de um profissional legalmente habilitado.
Retire do local tudo que possa atrapalhar o serviço.
Isole o local onde se vai trabalhar, não permita o acesso de outras pessoas, especialmente crianças.
Instale o equipamento em local nivelado.
Consulte sempre a concessionária de energia sobre a possibilidade do uso da máquina de solda naquele local. Máquinas de solda costumam puxar muita amperagem e causar danos à rede elétrica, se esta não estiver apropriada.
Nunca transporte o equipamento pelo cabo elétrico.
Durante as paradas para descanso, troca de acessórios e até mesmo manutenção, desligue o equipamento sempre puxando pelo plug, nunca pelo fio.
Ligue o equipamento num circuito com proteção de 50 A (disjuntor e tomadas compatíveis).
Utilize o cabo de alimentação 2%u03C610mm².
O equipamento deve ser instalado em local que esteja livre de pó, atmosferas corrosivas e excesso de umidade, bem como numa superfície compatível com o peso do mesmo.
O pó acumulado no núcleo móvel, bobinas, etc, dentro da máquina, pode causar aquecimento excessivo dos componentes, diminuindo a eficiência e a vida útil da máquina.
A máquina já vem ligada na voltagem da rede de acordo com o pedido marcado no painel traseiro.

Operação:
Soldagem somente em chapas de aço de baixo e médio teor de carbono.
Para cada operação de solda, verificar a amperagem e diâmetro do eletrodo (vide tabela abaixo):

Para 60 Hz
70 %u2013 80 (A) - Eletrodo 6013 de 2,0 mm
80 %u2013 100 (A) - Eletrodo 6013 de 2,5 mm
100 %u2013 140 (A) - Eletrodo 6013 de 3,25 mm
140 %u2013 250 (A) - Eletrodo 6013 de 4,00 mm

Usar somente eletrodo 6013, classificado para esse equipamento %u2013 variando o diâmetro de acordo com a amperagem.
Solda com Fator de Trabalho (FT) de 20%, somente a 250 A. Se diminuirmos a amperagem, obteremos um aumento do Fator de Trabalho.
Fator de Trabalho (FT) %u2013 Cada máquina possui um, ou então, varia de acordo com a amperagem que se escolhe para realizar a solda.
Exemplo: Em 10 minutos, soldar 2 e parar 8.
Importante: A máquina deve estar ligada para o arrefecimento completo.
Sempre instalar e operar um equipamento de soldar ou cortar de acordo com a orientação do seu Manual de Instruções. Além da proteção ao pessoal de operação e manutenção, o aterramento constitui uma proteção fundamental dos equipamentos.
Sempre ligar uma máquina de soldar ou cortar à sua linha de alimentação, através de uma chave de parede. Se for necessário, fazer manutenção da máquina no local de trabalho, colocar uma etiqueta de aviso na chave geral para evitar que ela venha ser usada.
Sempre instalar e operar uma máquina de soldar ou cortar, de acordo com as orientações contidas no Manual de Instruções.
Operar os equipamentos estritamente dentro das características anunciadas pelo fabricante.
Nunca operar equipamentos defeituosos.
Sempre manter o equipamento de soldar ou cortar afastado de fontes externas de calor.
Máquinas de soldar ou cortar não devem ser utilizadas em locais alagados ou poças de água.
Depois de usar um equipamento de soldar ou cortar, sempre desligá-lo e isolá-lo da sua linha de alimentação.

CUIDADOS ESPECIAIS:
Verifique se a tensão no local é compatível com o equipamento, o qual já vem ligado na voltagem da rede de acordo com o pedido marcado no painel traseiro.
Faça o aterramento do equipamento.
A operação de máquinas e equipamentos que exponham o operador e terceiros a riscos, só pode ser feita por trabalhador qualificado e identificado por crachá (NR-18.22.1).
Observar as recomendações das normas NR-18 e NR-12.
Siga recomendações do fabricante do equipamento. Tais recomendações não devem ser consideradas como substitutas ou alternativas à legislação ou normas vigentes, e sim complementares.
Antes de se instalar, operar e operar um equipamento de soldar, é necessário ter lido, compreendido e adotado as regras. A não observância destas regras de segurança, pode resultar em acidentes com danos pessoais e eventualmente fatais.
Utilize somente extensões do tipo PP, sem emendas ou fios descascados. Desenrole toda a extensão antes de usa-lá.
Não trabalhe sob chuva.
Não utilize equipamentos elétricos em locais úmidos ou na presença de gases e líquidos inflamáveis.

Precauções de Segurança:
Importante: Faça sempre uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), adequados a cada tipo de equipamento. Nesse caso, deve-se usar: avental, luvas, mangote (protetor de braço), perneiras de raspa e roupas adequadas.

Proteção da visão
Nota: Não use óculos de soldagem oxi-acetilênica, pois este não dá proteção necessária aos olhos.
No caso da vista ser atingida por luminosidade do arco, esta poderá ficar irritada.
Filtros recomendados (adaptado da Norma de Segurança ANSI Z49.1)

Processo : soldagem com eletrodo revestido
Corrente até 160 A (até 4 mm) %u2013 Opacidade 10
Corrente de 160 até 250 A (de 4 a 6 mm) %u2013 Opacidade 12
Corrente de 250 até 550 A (acima de 6 mm) %u2013 Opacidade 14

Use óculos de segurança com protetores laterais. Quando se solda, corta ou goiva, quando se remove a escória de um cordão de solda ou quando se esmerilha alguma peça, partículas metálicas, respingos e fagulhas, podem atingir os olhos sob ângulos quaisquer de incidência.
Qualquer pessoa dentro de uma área de soldagem ou corte, ou num raio de até 20 m, deve estar adequadamente protegida.

Proteção da pele
Devido à emissão de raios ultravioletas e infravermelhos, arcos elétricos queimam a pele da mesma maneira que o sol, mais rapidamente e com maior intensidade. Os operadores, e em particular aqueles sensíveis à exposição ao sol, podem sofrer queimaduras na pele após breve exposição a um arco elétrico.
Não deixar nenhuma área de pele descoberta.
Usar roupa protetora resistente ao calor como: gorro, jaqueta, avental, luvas e perneiras.
Usar calçado de cano longo e estreito.
Usar calças sem bainha.
Sempre usar roupa, inclusive de proteção e limpa. Manchas de óleo ou graxa ou sujeira em
excesso, podem penetrar por tais aberturas e queimar pêlos e/ou pele. Os bolsos não podem
conter objetos ou produtos combustíveis tais como: fósforos ou isqueiros.

Proteção da audição
Usar protetores de ouvido. Certas operações de soldagem, corte ou golvagem, produzem ruídos de intensidade elevada e eventualmente longa duração. Protetores de ouvido adequados, além de protegerem contra ruídos excessivos, impedem que respingos e fagulhas entrem nos ouvidos.
Exemplo: protetor tipo concha.
Incêndios e explosões
O calor produzido por arcos elétricos e suas irradiações por escórias e faíscas, podem causar incêndios e explosões.
Sempre que possível, garantir a segurança da área de trabalho, ou seja, trabalhar em locais especialmente previstos para soldagem.
Instalar barreiras contra fogo e respingos.
Instalar equipamentos de combate a incêndios como: extintores apropriados, baldes de areia e outros dispositivos anti-incêndio que devem ficar próximos à área de soldagem ou corte.
Antes de iniciar uma operação de soldagem ou corte num local não especificamente previsto para esta finalidade, ele deve ser inspecionado por uma pessoa habilitada para a devida autorização de uso.
Nunca soldar, cortar ou realizar qualquer operação a quente numa peça que não tenha sido adequadamente limpa. Substâncias depositadas nas superfícies das peças, podem decompor-se sob a ação do calor e produzir vapores inflamáveis ou tóxicos.
Não soldar, cortar ou golvar em recipientes fechados ou que não tenham sido devidamente esvaziados e limpos internamente, pois eles podem explodir se tiverem sido contido algum material combustível ou criar um ambiente asfixiante ou tóxico conforme o material que foi armazenado neles.
Proceder a inspeção da área de trabalho após ter se completado a soldagem. Apagar ou remover fagulhas ou pedaços de metal quente que mais tarde, possam provocar algum incêndio.

Ventilação
O local de trabalho deve possuir ventilação adequada de forma a eliminar os gases, vapores e fumos usados e gerados pelos processos de soldagem e corte e que podem ser prejudiciais à saúde dos trabalhadores.
Locais como poços, tanques, sótãos, etc..., devem ser considerados como áreas confinadas. A soldagem ou corte em áreas confinadas requer procedimentos específicos de ventilação e trabalho e somente devem ser iniciados após orientação de um profissional qualificado.

Choques elétricos
Choques elétricos podem ser fatais e devem ser evitados. Instalações elétricas defeituosas, aterramento ineficiente, assim como operação ou manutenção incorreta de um equipamento elétrico, são fontes comuns de choques elétricos.
Instalar o equipamento de acordo com as instruções. Sempre usar cabos elétricos de bitola adequada às aplicações previstas e com isolação em perfeito estado. Para o circuito de soldagem, respeitar a polaridade exigida pelo processo ou a aplicação.
Aterrar os equipamentos e seus acessórios a um ponto seguro de aterramento.
Garantir bons contatos elétricos na peça soldada e nos terminais de saída da máquina.
Assegurar-se de que todas as conexões elétricas estão bem apertadas, limpas e secas.
Manter o local de trabalho limpo e seco. A umidade e a água são condutoras da eletricidade.
Ao soldar ou cortar, não usar quaisquer adornos, acessórios ou objetos corporais metálicos.
O soldador ou operador de uma máquina de soldar ou cortar, deve trabalhar em cima de um estrado ou plataforma isolante.

Campos elétricos e magnéticos
Para minimizar os efeitos dos campos gerados pelas correntes elétricas de soldagem e corte:
- Não se deve permanecer entre os dois cabos eletrodo e obra e sim sempre manter ambos do mesmo lado do corpo.
- Os dois cabos de soldagem (eletrodo e obra), devem correr juntos e, sempre que possível, amarrados um ao outro.
- Na peça a ser soldada, conectar o cabo da obra tão perto quanto possível da junta.
- Manter os cabos de soldagem e de alimentação do equipamento tão longe quanto possível do corpo.
- Nunca se deve enrolar cabo de soldagem em torno do corpo.

CUIDADOS PARA TRANSPORTAR:
Nos veículos de transporte, fixar o equipamento para evitar que se desloque causando danos ao equipamento, ao veículo, a terceiros e ao próprio condutor.
Pessoas e equipamentos não podem ser transportados no mesmo compartimento.
Certifique-se de levar os complementos e acessórios necessários.
Em tempos chuvosos cuidar para que os componentes elétricos do equipamento não fiquem expostos.